Receberei minha encomenda com a greve do Correios ainda ativa?

Fez uma compra na internet e está preocupado se irá recebê-la? Fique tranquilo, se a dúvida é sobre a entrega, sim, ela chegará até você. Isso acontecerá mesmo que a greve do Correios se mantenha. Mas seus produtos ou cartas poderão demorar um pouco mais para chegar

Vamos explicar o motivo abaixo



A minha encomenda será entregue mesmo que a greve do Correios ainda continua? 

Mesmo que a greve nos Correios tenha iniciado no dia 17/8/20, ela não foi aderida por 100% dos trabalhadores. Segundo comunicado do dia 19/8/20 da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (FENTECT), sindicato da categoria dos profissionais, a greve teve adesão de 70% dos trabalhadores

Já segundo o Correios, em nota do dia 18/8/20, afirmou que apenas 17% dos trabalhadores não estão trabalhando regularmente

Na última sexta-feira, a Info Usado consultou um dos atendentes de balcão do Correios de uma agência de Pato Branco-PR, cidade sede daqui da empresa, e segundo o mesmo, todas as encomendas Sedex e Sedex 10 foram entregues dentro do prazo

Inclua também a Pandemia do COVID-19 como mais um motivo de possível atraso

Ainda em relação aos possíveis atrasos de entrega de encomendas ocasionado pela greve, há também a Pandemia do COVID-19 que atingiu o Brasil no primeiro trimestre deste ano, e consequentemente, o serviço de entrega do Correios. Como ainda estamos passando por este período de contágio do vírus, obviamente, os prazos de entregas também continuarão a ser afetados, principalmente os processos internos

O Correios emitiu comunicado alertando que o prazo de entrega poderia aumentar de 2 a 14 dias o prazo normal

Analisamos as encomendas do mês de agosto enviadas pela Info Usado e 99% foram entregues dentro do prazo estabelecido. Apenas 1% das peças enviadas foi preciso o cliente ir até a agência retirar e/ou que ultrapassaram o prazo estabelecido. Neste caso, mérito do Correios

Mais um motivo de não ter preocupação quanto ao recebimento das encomendas

Afinal, por que os trabalhadores entraram em greve?

Em 2019, houve a greve do Correios e foi estabelecido um Acordo Coletivo com duração de 2 anos entre os trabalhadores e a empresa Correios. Contudo, o Correios conseguiu através da justiça que este acordo tivesse a duração de apenas 1 ano e 2020 seria o último

Segundo a FENTECT, o Acordo Coletivo de 2019 teria vigência até o ano de 2021. Afirmaram:


"Foram retiradas 70 cláusulas com direitos como 30% do adicional de risco, vale alimentação, licença maternidade de 180 dias, auxílio creche, indenização de morte, auxílio creche, indenização de morte, auxílio para filhos com necessidades especiais, em uma atitude desumana impedindo tratamentos diferenciados e que garantem melhor qualidade de vida, pagamento de adicional noturno e horas extras"


Além de solicitarem melhores condições de trabalho, a entidade é contra a privatização do Correios

Naquele ano, como a decisão foi tomada em favor dos trabalhadores pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), o Correios levou o caso para o Supremo Tribunal Federal (STF) e os ministros entenderam no dia 21/8/20 que o acordo coletivo teria validade de apenas um ano e se mostrou uma decisão favorável ao Correios

Diante desta paralisação, segundo o próprio Correios, a empresa já criou um mutirão para manter normalmente as entregas de cartas e encomendas em todo o Brasil

A Info Usado continuará enviando as encomendas normalmente durante a greve do Correios?

Sim, continuaremos enviando normalmente. Caso precise de peças usadas de informática, por favor, acesse o site https://www.infousado.com.br/

Todas as peças são enviadas para todo o Brasil, acompanham nota fiscal e possuem garantia de 90 dias 

 

Márcio Baldo

Comentários